Siga-nos

Política

Agricultores do RS afirmam que governo Lula elevou o preço do arroz

Publicado

em

Agricultores do Rio Grande do Sul estão convencidos de que o governo Lula (PT) aumentou o preço do arroz ao anunciar a importação do alimento para evitar sua escassez e ao eliminar a alíquota de importação. Em entrevista à revista Veja, Domingos Velho, um dos vice-presidentes da Federação da Agricultura do Estado (Farsul), afirmou que, apesar das adversidades climáticas, não havia risco de faltar arroz. “Como podemos falar em desabastecimento no meio da safra? A produção estimada é de 7,2 milhões de toneladas no Rio Grande do Sul, a mesma do ano passado”, declarou.

Domingos Velho acredita que a decisão do governo petista “desestimulará o plantio na próxima safra” e que “os intermediários, que vão comprar arroz mais barato, serão os beneficiados, sem redução no preço para os consumidores”.

Paulo Ricardo Dias, outro vice-presidente da Farsul, compartilha da opinião de que o anúncio foi precipitado e que o governo federal “confundiu” e elevou os preços ao criar incertezas sobre a colheita, anunciar a importação de arroz e reduzir as tarifas.

“O anúncio foi precipitado, para não dizer incompetente. Não há desabastecimento de arroz em lugar nenhum”, afirmou. A Secretaria de Agricultura do Rio Grande do Sul, por sua vez, emitiu uma nota afirmando que a safra gaúcha de arroz “é suficiente para abastecer o mercado brasileiro”. Rodrigo Machado, presidente do Instituto Rio Grandense do Arroz, corroborou que não haverá desabastecimento no país.

“Mesmo considerando as perdas, temos uma safra praticamente igual à anterior, o que nos permite inferir que não haverá desabastecimento”, concluiu.

Continue Reading
Deixar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2021 - 2024 - Revista Brasil

Isso vai fechar em 20 segundos