Siga-nos

Política

Alexandre de Moraes ironiza declaração de Eduardo Bolsonaro sobre fechar o STF: “Tá preso cabo, soldado e coronel”

Publicado

em

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), ironizou uma antiga declaração do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP) nesta quarta-feira. Eduardo havia afirmado que seriam necessários “um soldado e um cabo” para fechar o STF. No entanto, segundo Moraes, o “cabo, o soldado e o coronel” estão atualmente presos, enquanto o STF continua funcionando.

Essa declaração ocorreu durante um seminário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), presidido por Moraes, que abordava temas como inteligência artificial, democracia e eleições. Embora não tenha mencionado Eduardo diretamente, o ministro destacou que “todos se recordam” da fala gravada em 2018. Ele também fez referência aos ataques ocorridos em 8 de janeiro e às investigações envolvendo militares.

— Todos se recordam que bastava um cabo e um soldado para fechar o Supremo Tribunal Federal. O cabo, o soldado, o coronel, estão todos presos. E o Supremo Tribunal Federal aberto, e funcionando. Mas se disse que bastaria um cabo e um soldado — declarou Moraes.

A fala original de Eduardo Bolsonaro aconteceu em julho de 2018, durante um curso para interessados em concursos públicos. Questionado sobre uma possível ação do STF para impedir a posse de seu pai, Jair Bolsonaro, que concorria à Presidência pela primeira vez, o deputado respondeu com a polêmica frase: “Será que eles vão ter essa força mesmo? O pessoal até brinca lá: se quiser fechar o STF, você sabe o que faz? Você não manda nem um jipe. Manda um soldado e um cabo.”

O vídeo ganhou destaque pouco antes do segundo turno das eleições daquele ano, e Eduardo posteriormente afirmou que se tratava de uma “brincadeira” e que nunca defendeu o fechamento do STF.

Continue Reading
Deixar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2021 - 2024 - Revista Brasil

Isso vai fechar em 20 segundos