Siga-nos

Política

APÓS PERDER QUEDA DE BRAÇO PARA EUSTÁQUIO, MORAES MIRA FILHA DE JORNALISTA

Publicado

em

Segundo informações recentes, o Ministro Alexandre de Moraes não está nada satisfeito com os desdobramentos do caso envolvendo a extradição de Oswaldo Eustáquio, seu principal crítico. O membro do STF, teve um recente amargor na sua tentativa de trazer para o Brasil, o jornalista exilado.

A Polícia Federal, informou ao magistrado sob a impossibilidade de cumprir o mandado de prisão emitido em dezembro do ano passado, 2022, pelo próprio ministro Alexandre de Moraes, do STF, no qual Oswaldo era sujeito a uma busca internacional conduzida pela PF.

De acordo com informações do colunista Guilherme Amado, do Portal Metrópoles, o jornalista e ativista político bolsonarista, Oswaldo Eustáquio, formalizou pedido de asilo político na Espanha. Ainda segundo o colunista, Eustáquio formalizou um pedido de “proteção internacional” no país, tendo este sido oficializado em 22 de junho junto ao Ministério do Interior da Espanha, e realizado pelo próprio jornalista em Toledo, cidade próxima a Madri.

De acordo com as leis espanholas, Eustáquio possui o direito de permanecer na Espanha sem risco de extradição, pelo menos até abril do próximo ano, o que impede o cumprimento do mandado de Moraes pela PF. Neste período, a resposta definitiva ao pedido de exilio politico de Eustáquio passará por todos os trâmites e análises necessárias.

Essa não é primeira derrota de Moraes no caso de Eustáquio, recentemente a Polícia Federal informou ao ministro que o nome do comunicador bolsonarista não foi incluído no Alerta Vermelho da Interpol, conforme ele exigia. O pedido, feito quase seis meses atrás por Moraes, foi ignorado devido a normativas internas da Interpol que não permitem a inclusão de pessoas com asilo político no alerta. A Interpol em seu estatuto, define em cláusula a proibição de realizar ações em casos de perseguição política, religiosa ou racial, o que é o caso de Eustáquio.

Em resposta, o Ministro Alexandre de Moraes tomou medidas radicais que resultaram no bloqueio das contas bancárias de Mariana Eustáquio, filha do jornalista de apenas 15 anos. Ação feita após o jornalista exilado solicitar doações em nome da jovem nas redes sociais, alegando a necessidade de ‘garantir a alimentação de seus filhos pequenos.

Essa já é a segunda conta bancaria da adolescente bloqueada, desde o exilio de seu pai. A jovem criou uma terceira conta e em entrevista para o Jornal O Estado de São Paulo, Estadão, afirmou que sempre que houver bloqueio, criará uma nova.

Ainda durante a entrevista para o Jornal, a filha de Eustáquio salientou aquilo que ela apontou como abuso jurídico, devido ao fato que segundo ela não existe individualização das condutas nas decisões de Moraes. Mariana se embasa no fato de não ser investigada em nenhum processo envolvendo os Atos do 8 de janeiro e por ser inimputável juridicamente por ser menor de idade.

Continue Reading
1 Comentário

1 Comentário

  1. Elizete Miranda

    dezembro 9, 2023 ás 6:52 am

    Que covardia Alexandre de Moraes, atacar uma adolescente para pressionar o pai. Isto é muito baixo.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2021 - 2024 - Revista Brasil

Isso vai fechar em 20 segundos