Siga-nos

ELEIÇÕES 2022

Bolsonaro entrega ao TSE relatório com rádios que não reproduziram inserções

Publicado

em

A campanha do presidente Jair Bolsonaro apresentou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) novos documentos de uma denúncia externada na segunda-feira (24), que diz que a chapa adversária, do petista Luiz Inácio Lula da Silva, teria um número maior de inserções em emissoras de rádio, especialmente nas regiões Norte e Nordeste.

Entre outras coisas, a defesa do presidente alega que havia apresentado um “estudo técnico parcial”, visto que não tinha encerrado a compilação em todas as regiões do país. Na nova petição, os advogados de Bolsonaro forneceram um banco de dados feito pela consultoria contratada pela campanha do candidato do PL.

A defesa da campanha de Bolsonaro descreve a metodologia utilizada no levantamento com uma descrição do serviço prestado pela empresa. O documento afirma que foi criado um algoritmo que captura o áudio transmitido pelas rádios em tempo real na internet e, por consequência, o dispositivo compara com as inserções.

A banca jurídica do PL alega, inclusive, que em apenas uma semana a campanha de Lula teria tido um volume de 730 inserções a mais que a de Bolsonaro. Esse cálculo considera uma amostra que teria sido coletada em oito rádios de Pernambuco e Bahia. A equipe jurídica do presidente também aponta que teria havido um suposto “excesso de veiculação em favor da coligação adversária, que diversas vezes extrapolou o limite de 25 inserções diárias”.

Os advogados encaminharam ainda um arquivo para acesso de profissionais designados pelo TSE para “a efetivação de todos os testes que julgarem necessários”.

https://drive.google.com/drive/u/0/mobile/folders/1_czC_jaPkYvk9YeQ82DXxQvKUSnHQE0z

Continue Reading
1 Comentário

1 Comentário

  1. Registrasi

    abril 12, 2023 ás 4:27 pm

    I don’t think the title of your article matches the content lol. Just kidding, mainly because I had some doubts after reading the article.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2021 - 2024 - Revista Brasil

Isso vai fechar em 20 segundos