Siga-nos

Política

Empreendedor de Santa Maria participa de reconstrução de ponte e ajuda fortalecer o brio do povo gaúcho em meio à tragédia

Publicado

em

Mesmo diante do sofrimento de toda uma nação devido à catástrofe das chuvas no Rio Grande do Sul, lá estava a força do povo gaúcho, como mostraram os moradores de Santa Maria

Foi na emblemática cidade de Santa Maria, coração do Estado, que heróis anônimos emocionaram o Brasil, reconstruindo uma ponte em apenas dois dias depois das primeiras chuvas fortes. A mobilização ocorreu na localidade de Três Barras, que integra Arroio Grande. Lá, as chuvas devastaram casas e estradas, mas não a força dos moradores.


“Aqui é o Rio Grande do Sul. Aqui é gaúcho”, festejaram os moradores ao final da obra, com a bandeira do Estado em punho. O vídeo que mostra a reconstrução já ultrapassou mais de um milhão de visualizações.

Entre os que festejaram estava o empreendedor Tubias Callil, de 46 anos. Por ser um filho da terra e conseguir circular por todos os setores sociais, Tubias fez ecoar sua voz em prol de um povo apaixonado por sua cultura e por suas famílias, e que agora precisa de tanto apoio para se reerguer.

Enquanto o poder público federal apresentava números e estatísticas frias, Tubias foi para a linha de frente arrecadar e distribuir doações. Para ele, o calor do povo gaúcho é tão quente quanto o chimarrão, servido entre um trabalho e outro. É assim que Tubias se mantém nos dias que seguem da tragédia, quando o emtem hora para sair de casa, mas não para voltar.

“Essa é minha terra, meu chão. E jamais deixarei de ajudar enquanto tiver forças”, contou ele.

O povo mostra sua força

Com a mão na massa, trabalhando até depois do pôr do sol, os valentes moradores da região de Três Barras, parte deles que perdeu tudo que tinha nas chuvas, mostraram a resiliência da nação que vivem, inspirados pelo hino do Rio Grande do Sul, cujo letra se transformou em própria inspiração: “Nesta ímpia e injusta guerra, sirvam nossas façanhas de modelo à toda terra”.

 A reconstrução das pontes na localidade de Três Barras e de parte da cidade de Santa Maria tem estreitado os laços afetivos do povo, que se tornou uma grande família. Os quatro filhos de Tubias, entre eles as gêmeas pré-adolescentes, também fazem parte do mutirão de solidariedade. 

Elas ajudam a separar os kits de primeiros socorros para serem distribuídos à população. Tubias contabiliza que, nestas últimas semanas, tem atendido cerca de 150 chamados por dia, trazendo alento a famílias que perderam o que tinham do dia para noite. 

Apaixonado por animais,  o empreendedor não deixou de fora nem os amigos de quatro patas. Ele mesmo saiu levando ração a cães e gatos. Para Tubias, as noites sem sono são compensadas pela gratidão de quem recebe a doação. O simples “muito obrigado”, para o empreendedor, é a prova de que a união faz a diferença na hora de reerguer um povo.

Aniversário em meio à solidariedade

Para quem chega em Santa Maria, é quase indescritível ver a força de um povo em terra arrasada, ao lado de suas mulheres e crianças, trabalhando incansavelmente. Boa parte carrega consigo a bandeira do estado do Rio Grande do Sul. São arquétipos que, sem dúvida, vão figurar nos livros de história de toda uma eternidade.

É assim que os moradores de Santa Maria sabem que neste dia 17 de maio, quando a cidade completa 166 anos, um novo conceito sobre paz precisa ser estabelecido: é a hora de manter a união, a fé e a solidariedade diante o caos. É por isso que, neste momento, o surgimento de tácitas lideranças, que de forma orgânica conseguem levar todo um povo para um porto seguro, é fundamental para que, muito em breve, a tragédia das chuvas fique apenas nas páginas dos livros que jamais serão apagados. 

Continue Reading
Deixar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2021 - 2024 - Revista Brasil

Isso vai fechar em 20 segundos