Siga-nos

economia

Inflação sobe e dólar não cai, revela BC sobre 2024

Publicado

em

Em 2024, as projeções do mercado financeiro indicam uma inflação estimada em 3,9%, o dólar atingindo a marca de R$ 5, e um crescimento econômico de 1,52%. Os números foram divulgados no boletim Focus pelo Banco Central, com dados coletados no final de 2023. As previsões permaneceram inalteradas em comparação com a edição anterior do boletim.

Para economistas do mercado financeiro em 2024 o Brasil terá uma inflação de 3,9%, crescimento econômico de 1,52%, e o dólar cotado a R$ 5, conforme indicado no relatório “Focus” divulgado pelo Banco Central nesta terça-feira (2). Mais de 100 instituições financeiras foram consultadas na última semana de 2023 para essas projeções.

As previsões permanecem estáveis em relação à edição anterior do Focus, com exceção de uma leve redução na estimativa da inflação de 3,91% para 3,90%.

O mercado também projeta que a inflação oficial para 2023 será consolidada em 4,46% pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), ficando abaixo do teto da meta (4,75%) pela primeira vez em três anos. Em 2021, o IPCA foi de 10,06%, e em 2022, de 5,79%.

Para 2024, a meta de inflação é de 3%, considerada cumprida se oscilar entre 1,5% e 4,5%. A previsão de 3,9% está dentro da meta, mas mais próxima do teto do intervalo do que do piso.

O Banco Central está atualmente focando na meta de inflação do próximo ano e nos 12 meses até o início de 2025 para determinar a taxa básica de juros. Quando a inflação é alta, o poder de compra das pessoas, especialmente daquelas com salários mais baixos, diminui, pois os preços dos produtos aumentam sem um aumento proporcional nos salários.

O mercado financeiro projeta um crescimento de 1,52% no Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil em 2024, enquanto o governo trabalha com uma previsão mais otimista de 2,3%.

Os economistas do mercado mantiveram suas estimativas para a taxa básica de juros da economia brasileira até o final de 2024. Atualmente, a taxa Selic está em 11,75% ao ano, após quatro reduções consecutivas implementadas pelo Banco Central. Para o encerramento de 2024, a projeção do mercado para a taxa básica de juros caiu de 9,25% para 9% ao ano.

Continue Reading
Deixar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2021 - 2024 - Revista Brasil