Siga-nos

Política

Lula veta pautas conservadoras na LDO e governo poderá financiar pautas progressistas

Publicado

em

Os conservadores do congresso tiveram as pautas dos costumes (valores tradicionais), excluída da Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2024. Ao sancionar a LDO nesta terça-feira (2), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) vetou um artigo que impedia a União de ter despesas que incentivem ou financiem invasões ou ocupações de terras, o aborto, cirurgias de mudança de sexo e atividades que atentem contra a “família tradicional”.

A LDO 2024 foi aprovada pelo Congresso Nacional em 19 de dezembro após um longo período de avaliação. Durante a votação, uma emenda proposta pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP) foi aprovada e incluída no texto final da Lei de Diretrizes Orçamentárias deste ano. Essa emenda recebeu apoio da bancada ruralista e evangélica. O trecho proibia a União de realizar despesas que promovessem, incentivassem ou financiassem:

  1. 1. Invasão ou ocupação de propriedades rurais privadas;
  2. 2. Ações destinadas a influenciar crianças e adolescentes, da creche ao ensino médio, a terem opções sexuais diferentes do sexo biológico;
  3. 3. Ações destinadas a desconstruir, diminuir ou extinguir o conceito de família tradicional, formada por pai, mãe e filhos;
  4. 4. Cirurgias em crianças e adolescentes para mudança de sexo; e
  5. 5. Realização de abortos, exceto nos casos autorizados por lei.

Com a mudança, poderá agora o governo Lula patrocinar e incentivar financeiramente tais práticas.

Continue Reading
Deixar um comentário

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

© Copyright 2021 - 2024 - Revista Brasil

Isso vai fechar em 20 segundos