Siga-nos

Brasil

Ministro de Lula defende descriminalizar drogas para reduzir número de presos

Publicado

em

O ministro dos Direitos Humanos e Cidadania, Silvio Almeida, afirmou que a descriminalização das drogas poderia ajudar a reduzir o número de presos no país.

“Temos de tratar isso como uma questão de saúde, como uma questão que não se resolve por meio do encarceramento, com prisão e com punição”, declarou, em uma extensa entrevista à BBC News Brasil, publicada nesta terça-feira, 7. Segundo ele, o presidente Lula já pediu especificamente providências sobre o sistema carcerário.

De acordo com Almeida, “a dinâmica do Estado brasileiro se desenvolveu a partir de uma falsa ideia de que a punição seria, de alguma forma, o elemento fundamental do combate à criminalidade”. “O presidente Lula falou especificamente comigo sobre isso e me pediu que nós pudéssemos pensar no âmbito em formas de fazer com que as pessoas que estão presas e que não deveriam mais estar possam sair do sistema carcerário”, declarou.

Questionado se é a favor da descriminalização das drogas, o ministro afirmou:

“Sou a favor. A guerra às drogas é um prejuízo mortal”, afirmou. “Eu acho que a guerra às drogas, a forma com que se combatem às drogas causa um prejuízo irreparável na sociedade brasileira”. E acrescentou que a questão das drogas não se resolve com prisão ou punição. “Pautado na experiência, na experiência de outros países, temos de tratar isso como uma questão de saúde pública, como uma questão que não se resolve por meio do encarceramento, com prisão e com punição.”

Continue Reading
Deixar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2021 - 2024 - Revista Brasil