Siga-nos

Política

Moro tramou contra Eustáquio durante eleição no Paraná para ficar com fundo eleitoral do partido

Publicado

em

O senador Sérgio Moro exigiu que seu partido, União Brasil, sigla com maior fundo eleitoral nas eleições de 2022, esvaziasse a campanha do jornalista Oswaldo Eustáquio.

O pedido de Moro ocorreu porque desde 2020, Eustáquio apontou o ex-juiz como traidor e revelou conversas secretas de Moro revelando que a Lava-Jato sempre foi um projeto político e o projeto era afastar Lula e Bolsonaro para ascender seu grupo ao poder.

Dessa forma, enquanto os candidatos a deputado federal tinham recursos de R$ 2,5 milhões, Eustáquio disputou a eleição com zero de recursos do fundo eleitoral. O valor que seria destinado ao bolsonarista foi realocado para a campanha de Moro.

Mesmo com a perseguição, sendo tirado do programa eleitoral gratuito, Eustáquio fez quase 17 mil votos no pleito em 2022. Eustáquio foi voz dissonante no partido e declarou apoio ao candidato Paulo Martins do partido liberal, o que irritou a liderança do partido que trabalhou contra ele durante todo o pleito eleitoral.

Continue Reading
2 Comentários

2 Comments

  1. Eugenia

    dezembro 16, 2023 ás 5:02 pm

    Que lixo de pessoa este Sérgio Moro ele continua se mostrando aja vista a última união dele com Flávio Dino outra escória da política brasileira estamos indo ladeira abaixo enquanto o povo não souber votar o Brasil vai cada vez pior triste muito triste.

  2. Paulo Camargo

    dezembro 16, 2023 ás 5:34 pm

    Uma tristeza. Deve ser defenestrado imediatamente do Senado, e os paranaenses não reconduzirão sua mulher à Câmara dos Deputados.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2021 - 2024 - Revista Brasil