Siga-nos

Brasil

Prefeitura do PT ensina práticas de terreiro para crianças em Maricá-RJ

Publicado

em

O prefeito de Maricá, Fabiano Horta (PT-RJ) autorizou o ensino de práticas de terreiro para as crianças da rede escolar do município da região dos Lagos, no estado do Rio de Janeiro. No contraturno escolar, a Secretária da Cultura ensina crianças de 7 a dez anos a entoarem cânticos de invocação de entidades de regiões de matrizes africanas.

O vereador bolsonarista Ricardinho Netuno (PL-RJ), pelas redes socais gravou um vídeo apenas pedindo a opinião das pessoas da cidade sobre o caso e após o parlamentar também ter questionado a legalidade dos contratos do lixo da cidade, passou a ser perseguido e teve seu mandato ameaçado pelos barões da política de esquerda no estado do Rio de Janeiro.

O assunto se tornou nacional após a filha do jornalista Oswaldo Eustáquio, de 15 anos, viralizar um vídeo no Instagram mostrando as crianças, dentro de espaço público, aprendendo músicas de terreiro. “Respeito todas as religiões, a Constituição diz que o Estado é Laico e apenas os pais das crianças tem o direito de introduzi-las as suas religiões”, disse Mariana Eustáquio em vídeo que já ultrapassa 300 mil visualizações nas plataformas digitais.

A reportagem da Revista Brasil revelou no início deste ano outro escândalo na cidade, desta vez de corrupção envolvendo o barão do Lixo, Fernando Trabach, que comanda os contratos com a prefeitura petista há mais de uma década trazendo, de acordo com o Ministério Público, um prejuízo de cerca de R$ 500 mil para o erário.

A reportagem questionou a inércia do MP e TCE sobre os contratos fraudulentos e descobriu que as contas do município foram aprovadas no órgão pelo relator Domingos Frazão, delatado por Ronnie Lessa como mandante do crime contra Marielle Franco. Com os órgãos de fiscalização no “bolso”, o Secretário de Governo João Maurício renovou o contrato do lixo pelo décimo ano consecutivo com o grupo de Trabach, novamente com dispensa de licitação, rasgando a legislação e debochando do povo Maricaense.

Continue Reading
9 Comentários

1 Comentário

  1. dafdc

    fevereiro 5, 2024 ás 8:10 pm

    Yourarticleisamust-readforenthusiasts

    • Delcimar Sousa Vieira

      fevereiro 6, 2024 ás 5:22 pm

      Isso é uma afronta aos cristãos, porque não ensina as crianças a cantar o hino nacional brasileiro, que vergonha.

      • Paulo Roberto

        fevereiro 6, 2024 ás 8:17 pm

        Essa praga desse Partido de imbecis tem que ser lavar na próxima eleição municipal. Que o povo de Maricá tome vergonha na cara e expurgue esse câncer do comando da cidade.

  2. SERGIO ANDRADE

    fevereiro 6, 2024 ás 5:30 pm

    O none já diz marica.
    Temos que lutar contra essa prática. É colocar a DIREITA, na maioria das prefeituras do Rio de Janeiro.

  3. security

    fevereiro 6, 2024 ás 7:08 pm

    security

    • Eliane carvalho

      fevereiro 7, 2024 ás 5:20 pm

      E os pais dad crianças vão aceitar isso. Eu acho que Escola é para aprender, português, matemática, história, ciênciad, biologia e aprende a ler e escrever. E não pra idólatra crianças a qualquer religião ou partido político.Isso é um abuso deste prefeito. Se ele é macumbeiro não temos nada com isso. Mas obrigada as crianças a ser da religião dele isso é um absurdo.

  4. solutions

    fevereiro 7, 2024 ás 6:30 am

    solutions

  5. securitysolutions

    fevereiro 7, 2024 ás 5:14 pm

    “Well done!”

    • Epiphania Laporta LorenziNunca vi o presidente Lita com esse sorriso tão feliz.🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🙏🙏🙏🙏🙏

      fevereiro 8, 2024 ás 5:45 pm

      Tanta coisa a se preocupar se preocupando com coisas secundárias.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2021 - 2024 - Revista Brasil

Isso vai fechar em 20 segundos