Siga-nos

ELEIÇÕES 2022

QUATRO EM CADA CINCO PRESOS PROVISÓRIOS VOTARAM EM LULA NO 1° TURNO

Publicado

em

Se a eleição presidencial dependesse dos votos de quem está preso provisoriamente, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teria vencido em primeiro turno. Isso porque, entre os presos provisórios que puderam participar do pleito, Lula foi escolhido por 80,59% dos votos válidos, enquanto Bolsonaro foi votado por apenas 15,79%.

O levantamento foi feito pelo portal O Antagonista e compilou os boletins de urnas de 222 seções eleitorais destinadas exclusivamente ao voto de presos provisórios. De acordo com a legislação brasileira, essas pessoas têm direito a voto por não terem sentença transitada em julgado.

Nesse público, 14.653 estavam aptos a votar, e 11.363 foram aos colégios eleitorais, o que representa cerca de 77,5% do total. Apesar de esse dado ser composto por uma fatia considerável do eleitorado em situação carcerária, mesários e agentes penitenciários e eleitorais podem ter votado nestas seções, mas o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não especifica os números.

Em um cenário geral, o candidato do PT teve 8.883 votos e venceu em 208 das 222 seções. O postulante à reeleição pelo PL, por sua vez, levou a melhor em apenas 13 seções. Houve empate em uma única seção, com 7 votos para cada um deles.

Todos os outros candidatos ao Palácio do Planalto no 1º turno também receberam votos, mas em quantidade ínfima. Simone Tebet (MDB) teve 152, Ciro Gomes (PDT), 150, Soraya Thronicke (União Brasil) conseguiu 58, e Felipe D’Ávila (Novo), 21. Padre Kelmon (PDT) teve 10 e Vera Lúcia (PSTU), 6. Leo Péricles (UP) e Eymael (DC) tiveram 1 voto cada.

Continue Reading
1 Comentário

1 Comentário

  1. 20bet

    outubro 2, 2023 ás 2:00 pm

    Your article gave me a lot of inspiration, I hope you can explain your point of view in more detail, because I have some doubts, thank you. 20bet

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2021 - 2024 - Revista Brasil