Siga-nos

Criminalidade

Quem é a mulher acusada de matar ex-sogro e a mãe dele envenenados

Publicado

em

Amanda Partata Mortoza, de 31 anos, suspeita de ter cometido o assassinato do ex-sogro e da mãe dele por envenenamento, se autodefine nas redes sociais como “Psicóloga, terapeuta cognitivo-comportamental, advogada aposentada, leitora, viajante e mãe”.

O delegado responsável pelo caso, Carlos Alfama, revelou durante uma entrevista coletiva realizada nesta quinta-feira (21) que Amanda exercia ilegalmente a profissão de psicóloga. Conforme informações fornecidas pelo Conselho Regional de Psicologia de Goiás (CRP-GO), não foi identificado registro profissional ativo para Amanda Mortoza em seu banco de dados.

O delegado Carlos Alfama avalia o comportamento de Amanda Partata Mortoza como o de “uma psicopata”, destacando que há denúncias relacionadas a estelionato e à atuação dela como estagiária de psicologia em uma escola. Segundo o delegado, Amanda é acusada de aliciar crianças com idades entre 10 e 16 anos para a prática de condutas sexuais e o consumo de bebidas alcoólicas.

Alfama enfatiza que Amanda demonstra uma personalidade fortemente inclinada ao crime, utilizando a tecnologia para criar falsos relacionamentos e ligações emocionais com suas vítimas. Ele destaca a capacidade dissimulada e a construção de uma persona dócil para ludibriar seus alvos. Na análise do delegado, a motivação por trás do crime seria o sentimento de rejeição experimentado por Amanda após fim do relacionamento.

Caso

Mãe e filho enfrentaram sérios problemas de saúde que resultaram em seus falecimentos após consumirem um bolo de pote adquirido de uma loja de doces em Goiânia no último domingo (17).

Luzia Tereza Alves, de 86 anos, e seu filho, Leonardo Pereira Alves, de 58, experimentaram episódios de vômito, dores abdominais intensas e diarreia aproximadamente três horas após ingerirem a sobremesa, que foi dada pela ex-nora de Leonardo.

Amanda, a ex-nora, que estava hospedada em um hotel na cidade, foi até uma padaria local para comprar alimentos destinados ao café da manhã. Posteriormente, ela retornou ao hotel e, por volta das 10h do domingo, dirigiu-se à residência da família do ex-marido, onde permaneceu até as 13h.

Continue Reading
Deixar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2021 - 2024 - Revista Brasil

Isso vai fechar em 20 segundos