Siga-nos

ELEIÇÕES 2022

RENAN CALHEIROS É CONDENADO A PAGAR MULTA DE R$ 700 MIL E TEM INSTAGRAM SUSPENSO

Publicado

em

O senador Renan Calheiros (MDB-AL), aliado de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), foi condenado, nesta quinta-feira (27), ao pagamento de multa de R$ 700 mil, além do bloqueio de seu perfil no Instagram.

A rede social ficará suspensa até 31 de outubro.

O parlamentar é acusado de descumprir sentença que determinava a ele a concessão do direito de resposta ao seu adversário político que é candidato ao governo de Alagoas, Rodrigo Cunha (União).

A decisão é do Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE-AL) e decorre de ataques publicados pelo emedebista a Cunha na rede social.

Na ocasião, Calheiros disse que Cunha foi “cooptado por Arthur Lira para o União Brasil” e que “se envolveu em desvio de combustível no Senado”.

Ele também acusou o seu desafeto de “defender orçamento secreto, de se recusar a assinar a CPI, de enviar dinheiro para compras superfaturadas (tratores e caminhões de lixo), de empregar a namorada na prefeitura de Maceió, de mandar custeio da saúde para Rio Largo…”

Ao tomar conhecimento dos ataques, Arthur Lira (PP-AL) reagiu, além de apelidar Calheiros de “Renan Fake News”.

— A Justiça condenou Renan Calheiros, por unanimidade, pela prática de fake news. Até a eleição, a conta de Renan no Instagram estará fora do ar e o TRE ainda lhe aplicou uma multa de 700 mil reais. Esse Renan Fake News é mesmo um condenado — escreveu o presidente da Câmara dos Deputados.

Continue Reading
Deixar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2021 - 2024 - Revista Brasil

Isso vai fechar em 20 segundos