Siga-nos

Brasil

TRAFICANTE SUSPEITO DE ASSASSINAR DOM E BRUNO É PRESO

Publicado

em

Nesta sexta-feira. 08, a Polícia Federal (PF) confirmou a prisão de um suspeito no envolvimento no assassinato do jornalista inglês Dominic ”Dom” Mark Philips, correspondente do jornal The Guardian, e do indigenista da Fundação Nacional do Índio (FUNAI), Bruno da Cunha Araújo Pereira.

Segundo informações das autoridades que investigam o caso, o suspeito apreendido é o peruano Rubens Villar Coelho, conhecido como Colômbia. Rubens Villar é suspeito de ser mandante do assassinato e já foi preso por tráfico e, compra ilegal de pescados na região fronteiriça.

Ainda de acordo com o que foi confirmado pela PF, Rubens foi preso na cidade de Tabatinga, no Amazonas, no dia de ontem, 07, ao portar documentos falsos.

O crime que ceifou a vida do jornalista Dom e do indigenista Bruno, ocorreu possivelmente no dia 05 de junho deste ano, após as vitimas saírem de um comunidade São Rafael, na região do Vale do Javari, em direção a cidade de Atalaia do Norte. Segundo investigações, foram perseguidos de barco enquanto os criminosos disparavam contra eles. As vitimas foram mortas com tiros na região do abdômen e cabeça, e ainda tiveram seus corpos esquartejados para facilitar a ocultação.

Outros suspeitos, além de Rubens Villar, são os irmãos Amarildo de Oliveira e Oseney de Oliveira, acusados de assassinarem e esquartejarem os corpos. Outro suspeito é Jefferson da Silva Lima, acusado de está diretamente ligado ao caso de duplo homicídio e de ter ajudado a desmembrar e esconder os corpos. Amarildo, um dos acusados foi que indicou a policia onde estavam os corpos.

O motivador do crime, segundo consta, era investigação de ilegalidades na região feita por Dom Phillips, como tráfico e pesca ilegal.

Continue Reading
Deixar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2021 - 2024 - Revista Brasil