Siga-nos

Violência

Vítimas reagem e matam líder do PCC a pauladas

Publicado

em

Kaíque Martins Coelho, conhecido como Nego Zulu, um dos líderes da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) no Guarujá (SP), foi morto a pauladas por suas próprias vítimas. No sábado, 30, ele tentou invadir uma residência na Praia Pernambuco com um comparsa, onde havia três homens, duas mulheres e quatro crianças.

Os turistas reagiram ao crime, confrontando o assaltante. Mesmo após roubar dinheiro, telefones celulares e aparelhos eletrônicos da família, a dupla tentou levar a mulher de 28 anos como refém para realizar uma transferência via Pix. Um dos criminosos a ameaçou com um revólver na cabeça.

Armado com um revólver calibre 38, o criminoso disparou três tiros. Um desses tiros atingiu a perna de um dos homens, mas mesmo ferido, ele e os outros dois colegas reagiram para enfrentar Nego Zulu.

De acordo com a Polícia Civil de São Paulo, o membro do PCC foi agredido com pauladas até próximo à piscina da residência. Na piscina, o mesmo caiu, bateu a cabeça no registro de água e faleceu. O comparsa de Nego Zulu fugiu, mas já foi identificado e está sendo procurado, embora seu nome não tenha sido divulgado pelas autoridades responsáveis pelo caso.

De acordo com o delegado Wagner Camargo, o incidente foi registrado como roubo, extorsão e tentativa de homicídio. Tanto a Polícia Civil quanto o Ministério Público do Estado de São Paulo consideram que as vítimas agiram em legítima defesa.

Continue Reading
Deixar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2021 - 2024 - Revista Brasil

Isso vai fechar em 20 segundos