Siga-nos

Esporte

Zagallo: Morre o último gênio do futebol brasileiro

Publicado

em

O ex-jogador e técnico Mário Jorge Lobo Zagallo faleceu na sexta-feira (05), segundo anunciado em seu perfil no Instagram. A causa da morte ainda não foi revelada. Zagallo, aposentado desde 2006 após a Copa do Mundo na Alemanha, enfrentou diversos problemas de saúde e foi internado pela última vez em julho passado devido a uma infecção respiratória.

A nota publicada nas redes sociais destaca Zagallo como um pai dedicado, avô amoroso, sogro carinhoso, amigo fiel, profissional vitorioso e um grande ser humano. Ele é lembrado como um ídolo gigante e patriota, deixando um legado de grandes conquistas.

Zagallo, viúvo desde 2012 de Alcina de Castro, deixa quatro filhos: Maria Emília de Castro Zagallo, Paulo Jorge de Castro Zagallo, Mário César Zagallo e Maria Cristina de Castro Zagallo. Ele havia sido internado por quase duas semanas, mas recebeu alta pouco antes de completar 90 anos no ano passado.

Quem foi?


Desde a infância, o alagoano criado na Tijuca jogou nas categorias de base do América, inclusive no terreno onde seria construído o Maracanã. Como militar da Polícia do Exército, fez a segurança nas arquibancadas do Maracanã durante a traumática derrota do Brasil para o Uruguai na final da Copa de 1950.

O Maracanã e a seleção brasileira tornaram-se partes essenciais de sua vida. Conhecido como a “Formiguinha”, teve papel ativo no meio-campo de Flamengo, Botafogo e na seleção bicampeã do mundo em 1958 e 1962. Como o “Velho Lobo”, conquistou títulos marcantes como jogador e técnico nos clubes e na seleção.

No Flamengo, participou do tricampeonato carioca nos anos 1950. Apesar de sua passagem não ser tão marcante como jogador, sua presença é lembrada na final do Carioca de 2001, enquanto Petkovic marcava o gol de falta. No Botafogo, foi bicampeão carioca como jogador em 1961 e 1962 e conquistou o primeiro título brasileiro do clube em 1968 como técnico.

Zagallo também teve passagens por Fluminense e Vasco. No cenário internacional, destacou-se como parte da seleção brasileira, vencendo a Copa do Mundo em 1958 e 1962, ao lado de Pelé, Garrincha, Didi e Nilton Santos.

O gênio

Zagallo fez história como jogador e técnico. Conquistou dois títulos como jogador (1958 e 1962) e outros dois como coordenador técnico da seleção, incluindo o tetra em 1994. Além disso, comandou a equipe nas Olimpíadas de Atlanta em 1996, conquistando a medalha de bronze. Participou de cinco finais em sete Copas do Mundo, recebendo reconhecimento da FIFA com a Ordem de Mérito em 1992. Encerrou sua carreira na seleção em 2006, acumulando 135 jogos como técnico, 19 à frente da seleção olímpica e 72 como coordenador técnico.

Continue Reading
Deixar um comentário

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

© Copyright 2021 - 2024 - Revista Brasil

Isso vai fechar em 20 segundos